ANCESTRAIS FUTUROS

PROJETO ANCESTRAIS FUTUROS

O show dos Ancestrais Futuros tem a pegada ancestral do Blues e do AfroJazz, propondo novos pontos de vista tanto sobre composições de alguns gênios do Blues e do Jazz, como Thelonious Monk, Miles Davis, Eddie Harris, como apresentando composições originais de Glaucus Linx que têm sempre uma tendência Africana, no sentido da exploração de compassos compostos e polirrítmicos, base de praticamente todos os estilos musicais que utilizam o som como veículo de comunicação, caso das músicas africanas (Afrobeat,e todos os 12/8 africanos), do Jazz e do Blues (4/4 shuffles).

Glaucus Linx & Ancestrais Futuros  Vídeo Release

Quem curte a música modal, o Blues e jazz, com certeza apreciarão a proposta do “Ancestrais Futuros”, onde os improvisos soam sempre como um canto, e não como instrumento, ou melhor, onde os instrumentos soam como pessoas que se exprimem, convidando todos ao diálogo musical, vibratório e corporal.

 

O Ancestrais Futuros é um projeto que se originou de um disco que gravou em parceria com o baterista juizforano Big Charles (1995), no qual a ancestralidade é o fio condutor e filosofia de criação. É a música feita sem compromissos com as tendências midiáticas justamente para que futuramente exista um ponto de vista baseado na função maior da música, que é a de comunicar através do som.